quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Nous sommes tous Charlie Hebdo , pour Maomé!

 O patrulha de serviço na TSF,  lépido e azougado, marcando o passo de botas cardadas:


Já vimos isto com o 9/11: canalhas e ingénuos acreditaram que os EUA expiaram os males imperialistas na região ( o único país islâmico  até então  invadido tinha sido o Afeganistão  e pela ...URSS), desconhecendo, porque não estudam,  o que levou, de facto, ben Laden a ordenar o ataque. 
O que é asqueroso  é que se tiver sido o FN a fazer isto, os mesmos queridos não virão com  a lengalenga da desculpa  do "quiseram a  islamização francesa, agora sofram as legítimas consequências".
Legítimas consequências também sofrem curdos, sírios, cristãos, xiitas, todos imperialistas ocidentais  não é?

5 comentários:

  1. Vive la liberté, sommes tous Charlie!

    New Yorker: https://twitter.com/aljwhite/status/552826519169802240

    Leitor

    ResponderEliminar
  2. Boa noite,

    Enterrado algures no blog, está um post seu em que menciona um jornalista americano que investigou a história da AlQuaeda, e a traçou até um egípcio radical dos anos 20/30.

    Podia-me indicar o nome do jornalista e o livro ? Não consigo encontrar o post....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. está aqui:

      http://nadaodispoeaac.blogspot.pt/2014/12/antena-islamica-o-estado-islamico.html

      Eliminar